Cabeçotes Preparados

Olá a todos, amantes do nosso querido Opala e derivados, neste texto iremos abordar um assunto bem interessante: Preparação de cabeçote para ganhos de potência e otimização de fluxo.

Quanto se trata de preparação nos motores 4 e 6 cilindros da linha Opala uma das primeiras coisas que devemos dar muita atenção é o CABEÇOTE. Os cabeçotes que equiparam esses motores originalmente possuem muita restrição de fluxo de gases e se mostram muito turbulentos. Porém não quero dizer a vocês que o regime turbulento é algo ruim para a perfeita queima, justamente ao contrário o mesmo se faz necessário para a perfeita queima dos gases carburantes, sendo assim o que é necessário é como deixar esse regime. Quando há turbulência no escoamento de um fluido, as partículas se misturam de forma não linear, isto é, de forma caótica como redemoinhos, tal fato ocasiona a quebra das moléculas do combustível para melhor atomização ao atingir a câmara de combustão, favorecendo a queima adequada quando comprimida pelo pistão. Na física, esse regime turbulento é dado através de um coeficiente, número ou módulo de Reynolds, que é um numero adimensional usado na mecânica dos fluidos para o cálculo do regime de escoamento de determinado fluido sobre uma superfície lisa ou rugosa, ele é utilizado por exemplo, em projetos de tubulações de indústrias, analise de escoamento de fluidos aerodinâmicos, etc. Desta forma, para valores menores que 2.000 o fluxo será laminar, para valores entre 2000 á 2400 o fluxo será transitório, valores maiores que 2.400 o fluxo será turbulento.

Em nossos estudos e simulações o melhor valor encontra-se no fluxo transitório.

O projeto de concepção do motor de Opala é muito antigo, criado há mais de 60 anos atrás, o que o torna antiquado aos combustíveis atuais. O rendimento em fluxo de um cabeçote original de Opala 6 cilindros ou de 4 cilindros modelo 153″ é por volta de 81 CFM (cubic feet per minute) ou pés cúbicos por minutos na admissão medido a 10″ de H²O, o fluxo no escape é por volta de 80-85% do fluxo de admissão. No caso do motor 4 cilindros o modelo 151″ é ainda mais complicado conseguir fluxo de qualidade pela sua engenharia de dutos individuais. Os modelos 153″ (4cil) assim como o 250″ (6cil) possuem os dutos siameses, onde incrivelmente o fluxo vêm com mais facilidade. Os cabeçotes de Ômega modelo 4100, têm o mesmo problema ou senão pior que os cabeçotes de Opala 4 cilindros modelo 151″ quando se trata de fluxo, já que o mesmo teve concepção para melhora de economia de combustível do famoso ” motorzão” 4.1L, que à época (anos 90) era um terror nesse quesito. Deste modo, o fluxo foi afetado, ou seja: se não têm fluxo, menos massa de ar carburante entra e o consumo se reduz, tornando o ganho de fluxo desse cabeçote uma tarefa nada fácil. Mas há salvação e o mesmo pode ser melhorado. Nós da Classic Racing Part´s, criamos vários estágios de preparação de cabeçote com suas devidas melhorias e aplicações para atender a vários níveis de investimento. Quanto maior o estágio, melhor em fluxo será do cabeçote, assim como o investimento.

Os valores contidos neste documento são exclusivos para preparação de cabeçotes de Opala e derivados, motores Chevy 4 Cyl (151, 153 e 181) e Chevy 6 Cyl ( 230, 250 e 292).

Para valores diversos ou para customizar o seu estágio de sua preferência, entre em contato conosco. A equipe Classic Racing Parts agradece a leitura.

1° Estágio “CABEÇOTE OLD STOCK” ( Mais simples de todos, porém eficiente ).

( Este estágio tem esse nome, pois é a unica coisa que a categoria Old Stock Race permite eles prepararem).

Aplicação: Motores originais, com carburadores ORIGINAIS.

Comando De Válvulas: Original.

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado neste estágio basicamente são ângulos nas válvulas de admissão e escape. Normalmente efetuamos quatro ângulos, 15°, 30° ,45°, 60°. Já melhora bem o fluxo em relação ao assentamento de válvulas original que é apenas de 46°. E equalização do duto antes do pré assentamento com pedra especifica, como segue a foto demonstrando:

Este serviço quando bem efetuado consuma atingir por volta de média 95cfm á 12,7 mm de levante (MEIA POLEGADA), a comandos com maiores levantes se ganha mais CFM.

Como cortesia da casa, equalizamos as câmaras de combustão! Para igualar a taxa de compressão em todos os cilindros.

OBS: Neste estágio as válvulas mantém o diâmetro original, 1,72” para admissão e 1,5″ para escape.

Caso o cliente queira, melhorar ainda mais o serviço também oferecemos os seguintes serviços para ser feitos a parte:

  • Emprego de k-line de bronze nas guias, com aumento de R$ 450,00.
  • Troca de vedadores por retentores, serviço de usinagem de torre + retentores R$ 500,00. ( Este serviço já serve para molas especiais).

Valor do investimento:

  • Opala 6 cilindros = R$ 2000,00
  • Opala 4 cilindros = R$ 1400,00

2° Estágio (Excelente melhora em relação ao ORIGINAL)

Aplicação: Motores com preparação LEVE DE RUA.

Alimentados por: WEBER IDF OU INJEÇÃO ELETRÔNICA.

Comando De Válvulas: Duração Total de 240° á 260° ou 180° á 212° á 0,050″

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado será a troca das válvulas de admissão de 1,72” original, para as 1,84″. São feitos 3 ângulos nas válvulas de admissão e escape ( mesmos ângulos do estágio 1), aqui neste estágio escape continua 1,5″. E equalização do duto antes do pré assentamento com pedra especifica. E feito um polimento leve nos dutos, sem aumentar a área de vazão.

Este estágio do cabeçote pode atingir 110 cfm de fluxo.

Caso o cliente queira, melhorar ainda mais o serviço também oferecemos os seguintes serviços para ser feitos a parte:

  • Emprego de k-line de bronze nas guias, com aumento de R$ 450,00.
  • Troca de vedadores por retentores, serviço de usinagem de torre + retentores R$ 500,00. ( Este serviço já serve para molas especiais).

Valor do investimento:

  • Opala 6 cilindros R$ 2700,00
  • Opala 4 cilindros R$ 1750,00

3° Estágio (Melhor custo benefício para uso de rua)

Aplicação: Motores com preparação leve á média de RUA.

Alimentados por: WEBER IDF, QUADRIJET e INJEÇÃO ELETRÔNICA.

Comando De Válvulas: Duração Total de 260° á 280° ou 200 á 240° á 0,050″

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado é a troca das válvulas de admissão de 1,72″ original para as 1,94″ e as de escape continuam 1,5″. São feitos 5 ângulos nas válvulas de admissão e escape, sendo eles ( 15, 30, 45, 60 e 75 ). O serviço bem mais detalhado que no estágio 2 no quesito dutos e ângulos. É feito emprego de k-line de bronze nas guias e a troca de vedadores por retentores, os dois itens já estão inclusos no preço do cabeçote estágio 3. O serviço feito nos dutos do cabeçote são bem mais minuciosos e com muita cautela que demanda mais tempo em sua preparação. Neste estágio o cabeçote ganha também equalização das câmaras de combustão. Este cabeçote rende 125 cfm.

OBS 1: Nós da Classic Racing Part´s, recomendamos este cabeçote para o melhor custo benefício para a rua, entre performance e investimento.

OBS 2: Molas, pratos e travas são por conta do cliente, pode ser comprado por nós, as válvulas que são montadas neste estágio são de aço carbono, mesmo material das originais, se o cliente desejar montar com de inox pode ser comprado a parte com desconto de 35% nas válvulas.

Valor do investimento:

  • Opala 6 Cilindros: R$ 3500,00
  • Opala 4 Cilindros: R$ 2500,00

3° Estágio P/ TURBO (Melhor custo benefício para uso de rua)

Aplicação: Motores com preparação Leve á Pesada de RUA.

Alimentados por SOLEX 3E, WEBER IDF, QUADRIJET e INJEÇÃO ELETRÔNICA.

Comando De Válvulas: Variados P/ TURBO.

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado é a troca das válvulas de admissão de 1,72″ original para as 1,94″ e as de escape passam para 1,6″. São feitos 5 ângulos nas válvulas de admissão e escape, sendo eles ( 15, 30, 45, 60 e 75 ). O serviço bem mais detalhado que no estágio 2 no quesito dutos e ângulos. É feito emprego de k-line de bronze nas guias e a troca de vedadores por retentores, os dois itens já estão inclusos no preço do cabeçote estágio 3. O serviço feito nos dutos do cabeçote são bem mais minuciosos e com muita cautela que demanda mais tempo em sua preparação. Neste estágio o cabeçote ganha também equalização das câmaras de combustão. Este cabeçote rende 125 cfm na admissão e rende 10 – 15% mais de fluxo no escape em relação ao estágio 3 de ASPIRADOS.

OBS 1: Nós da Classic Racing Part´s, recomendamos este cabeçote para o melhor custo benefício para a rua, entre performance e investimento.

OBS 2: Molas, pratos e travas são por conta do cliente, pode ser comprado por nós, as válvulas que são montadas neste estágio são de aço carbono, mesmo material das originais, se o cliente desejar montar com de inox pode ser comprado a parte com desconto de 35% nas válvulas.

Neste estágio e como é para turbo, o escape é trabalhado diferente dos cabeçotes aspirados!

4° Estágio (Para quem realmente gosta de POTÊNCIA)

Aplicação: Motores com preparação forte P/ RUA OU PISTA

Alimentados por WEBER 44, Tripa Weber IDF ou DCOE, QUADRIJET e INJEÇÃO ELETRÔNICA.

Comando De Válvulas: Com duração total acima de 280° ou 240° á 0,050″.

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado é a troca das válvulas de admissão de 1,72″ original para as 1,94″ e as de escape de 1,5″ para as de 1,6″. São feitos 5 ângulos nas válvulas de admissão e escape ( os mesmos ângulos do estágio 3). O serviço de dutos de cabeçote são mais trabalhados e têm aumento na área de vazão em função do estágio 3. Neste estágio oferecemos válvulas de aço inox, para melhor controle de temperatura na câmara de combustão, por razoes obvias de preparação que este cabeçote será empregado. O cabeçote estágio 4 normalmente é entregue com no minimo 145 CFM de fluxo na admissão.

OBS: Este tipo de cabeçote recomendamos para motores bem preparados, com comando graduados acima de 240° á 0,050 de duração.

Os Motores 4.4 ou mesmo cursados 4.8 e 5.1 L. aceitam esse estágio como uma luva como parte de sua preparação.

Valor do investimento:

  • Opala 6 Cilindros R$ 5000,00
  • Opala 4 Cilindros R$ 3800,00

5° Estágio (RECOMENDADO PARA PISTA E ARRANCADAS)

O cabeçote ao chegar em nosso laboratório, é submetido a testes iniciais, tais como conferência de trincas, pequenos machucados, sedes e guias de válvulas, para a analise de possível precisão de efetuar o serviço de k-line, assim o cabeçote fica imerso em produtos químicos para limpeza e retiradas encrustações provenientes de carbonização, após esta etapa recebe jato de areia para a limpeza final, para assim podermos começar os trabalhos de forma limpa e segura. Este tipo de cuidados está incluso no pacote escolhido. O serviço a ser efetuado é a troca das válvulas de admissão de 1,72” original para 2,02″ e as de escape de 1,5″ para as de 1,6″ ou até as originais de admissão 1,72″ fica a critério e escolha do cliente. São feitos 7 ângulos nas válvulas de admissão e escape. E feito um trabalho minucioso nos dutos do cabeçote ( normalmente abre bem mais que no 3° e 4° estágio), além de equalização das câmaras de combustão. É efetuado a retirada da divisão do duto, para a instalação de lump ports também a escolha do cliente. Em resumo, é um estágio 4 sem torre, ou seja, usa lump ports, neste caso o fluxo é bem elevado totalmente aconselhado para uso em arrancadas, como carros STT, TO etc.

OBS: Neste estágio as válvulas de aço inox se fazem necessárias, para melhor controle de temperatura na câmara de combustão, por razoes obvias de preparação que este cabeçote será empregado.

Valor do investimento: Este cabeçote consideramos um serviço artesanal e demanda muito tempo e cautela. Consultar diretamente o engenheiro de projetos da Classic Racing Part´s.

Contato pelo e-mail : classicracingparts@gmail.com ou celular do mesmo 044 9 9182-9220.